Skip to content

22º Festival 
da Canção
de Andradas

Aguarde o Edital

com Regulamento

e a Ficha de Inscrição

22º Festival

0 K
EM PRÊMIOS
0 %
HAPPY CUSTOMERS
0 +
WORKING HOURS
0 k
Dribbble follower
anos de pura música
Muita emoção

O Festival

O 22º Festival da Canção de Andradas será pela primeira vez Online. Será realizado nos dias 26 e 27 de Fevereiro de 2021, transmitido através do Facebook e Youtube. As inscrições já estão abertas e se encerram no dia 12 de fevereiro. Serão 35 Mil Reais em Prêmios.

Inscrições

35.000 mil reais em premiação.

Faça o download da Ficha de Inscrição e do Regulamento do 22º Festival da Canção de Andradas clicando nos links abaixo. Depois é só mandar as informações com a música para o e-mail festivaldeandradas@gmail.com. Aguardamos a sua inscrição.

Jurados

Blog

Possitive Feedback
Testimonial

What Client Say’s

client

Excepteur sint occaecat cupidatat non proidente sunt culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum perspiciatis unde omnis isteatus error sit voluptatem accus doloremque laudanti totam rem aperiam.

Aaron Strickland
Happy Client
author

Excepteur sint occaecat cupidatat non proidente sunt culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum perspiciatis unde omnis isteatus error sit voluptatem accus doloremque laudanti totam rem aperiam.

John Borthwick
Happy Client
comment1

Excepteur sint occaecat cupidatat non proidente sunt culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum perspiciatis unde omnis isteatus error sit voluptatem accus doloremque laudanti totam rem aperiam.

Nick Stone
Happy Client
author

Excepteur sint occaecat cupidatat non proidente sunt culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum perspiciatis unde omnis isteatus error sit voluptatem accus doloremque laudanti totam rem aperiam.

James O’Neill
Happy Client
clients1
clients2
clients3
clients4

Contato

Tem alguma dúvida? Fale com a gente pelo formulário.

Gilmar
França

Faz parte da Dupla David e Gilmar, premiada em importantes festivais de Música pelo Brasil e que já se apresentou em vários programas sertanejos de Televisão, como Caminhos da roça da EPTV e Viola Minha Viola comandado pela grande Inezita Barroso da TV Cultura.

É formado em Violão Erudito pelo Conservatório Municipal de Poços de Caldas e graduado em música e violão clássico pela Faculdade de Música Unincor de Três Corações, MG.

É professor de Violão e Viola Caipira no Centro Cultural de Andradas

Regente das Orquestras de Violeiros Mirins (Projeto Musicando Vidas) em Andradas e Espírito Santo de Pinhal. (Projeto Semeando Música da ONG Crescer no Campo).

É um dos criadores e foi Organizador do Festival da Canção de  Andradas em 20 edições consecutivas (1999-2018)

Atuou com jurado em importantes Festivais de música, como Viola de Todos os Cantos da EPTV.e FEMP de São José do Rio Pardo.

Agenor Ribeiro Netto

Iniciou seus estudos na Música no instrumento violino, aos  6 anos de idade, posteriormente Acordeon e Saxofone, onde formou-se no Conservatório Musical de Poços de Caldas. Por analogia, sozinho,  aprendeu  os acordes de violão e contra-baixo. Aos 10 anos, tocou em sua primeira orquestra, na cidade de Casa Branca, SP.
Aos 16 anos começou a reger bandas marciais e aos 20 anos  a reger corais, dentre eles o Coral da Faculdade Barão de Mauá, de Ribeirão Preto e o Coral do Grupo Biaggi, em Sertãozinho.
Foi neste período que começou também a escrever arranjos para coral, para orquestras e para bandas.
Posteriormente formou-se em Regência Instrumental no Conservatório Dramático e Musical Dr. Carlos Campos, de Tatui, quando esta escola ela dirigida pelo maestro Antonio Carlos  Neves Campos.
Quando Presidente do Departamento de Cultura e Turismo de São José do Rio Pardo, com o apoio do maestro Neves, conseguiu junto à Secretaria de Estado da Cultura a criação do  Polo Avançado do  Conservatório de Tatui  naquela cidade quando foi  convidado para  assumir a sua direção – o que o fez por  cinco anos. No  Polo  criou a Orquestra de Sopros Maestro Neves com 78 músicos, a Camerata Acadêmica,  o  Octeto de Flautas Altamiro Carrilho e um grande coral de 70 vozes.
No período em que exerceu a presidência do Departamento de Cultura e Turismo de S. José do Rio Pardo,  criou a  Orquestra Jazz Sinfônica daquela  cidade , a  Escola de Música FÁBRICA DE EXPRESSÃO e  o FEMP – Festival de Música da Primavera.
Arranjador e compositor, fez trabalhos na área popular para Elba Ramalho, Osvaldo Montenegro, Fafá de Belém, Renato Teixeira, Sérgio Reis, Tokinho, Ivan Lins, Daniel e vários outros. Na área erudita  fez adaptações e arranjos de obras clássicas de Mozart, Bach, Bethoven e Bizet para Viola Caipira.
Criou o festival VIOLA DE TODOS OS CANTOS da rede GLOBO/EPTV, onde foi diretor artístico, maestro e arranjador em suas 11 edições. Escreveu e dirigiu o musical  DE CHICA A CHICO, 70 ANOS DE MPB e compôs as trilhas sonoras dos filmes ÚLTIMOS ACORDES e a HISTÓRIA DE PEPO E LU.
Atuou como Maestro Titular  na Orquestra de Sopros Maestro Neves, Banda Sinfônica Cardeal Leme de Esp. Santo do Pinhal e Orquestra Jazz Sinfônica de São José do Rio Pardo.
Em Poços de Caldas criou o musical SINFONIA DAS ÁGUAS que já tem 11 anos em cartaz e que levou  para a cidade cerca de 360 mil turistas, o que fez deste espetáculo, o maior do Brasil da atualidade.
Em função do seu trabalho  à frente da Orquestra Sinfônica  da cidade recebeu o  título de Cidadão Poços-caldense outorgado pela Câmara Municipal e o então governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia outorgou-lhe a Medalha Juscelino Kubtischek de Oliveira, entregue na cidade de Diamantina em reconhecimento pelos serviços prestados  à música instrumental mineira.
Atualmente é o maestro  titular da Orquestra Sinfônica de Poços de Caldas e da Orquestra Jazz Sinfônica de São João da Boa Vista e acaba de criar a Violas & Violinos, uma orquestra caipira.

Rodrigo Mendonça

Rodrigo Mendonça – Saxofonista, flautista, compositor e arranjador, formou-se em música pela Universidade Federal da Bahia. Enquanto estudante integrou a Banda Sinfônica da UFBA.

Como instrumentista trabalhou e gravou com diversos artistas e bandas baianas, dentre elas, Carla Visi, Rapazolla, Tomate, … Onde adquiriu vasta experiência fazendo shows por todo o Brasil e Exterior. Fez turnês pela Europa passando por Londres, Lisboa, Porto, Montreux, Japão, Equador e Estados Unidos. Durante sete anos fez parte da premiada Orkestra Rumpilezz, onde ganhou o Prêmio da Música Brasileira, como melhor Grupo Instrumental, Revelação do Ano e Melhor Álbum Instrumental e também o Prêmio Bravo! como melhor CD Popular. Dividiu palco com nomes importantes da música como: Carlinhos Brown, Ed Motta, Gilberto Gil, Guilherme Arantes, Ivete Sangalo, Thiaguinho, Lenine, Davi Moraes, Toninho Horta, Leo Gandelman, Joshua Redman, Stanley Jordan, entre outros.

Participou de gravações de programas de televisão nacionais como Xuxa, Caldeirão do Hulk, Altas Horas, Gugu Liberato, Hebe Camargo, Raul Gil, Eliana, Adriane Galisteu e Ratinho .

Atualmente é integrante da Orquestra Jazz Sinfônica de São João da Boa Vista, da Violas e Violinos Uma Orquestra Caipira, idealizador da Estação do Jazz- Jam Session, e proprietário da Sonne Eventos, empresa especializada em produção musical para cerimônias de casamento e eventos.

Marco Aurélio Mendonça

Jornalista e radialista, formado pela Escola de Comunicações e Artes, da USP, com ampla experiência em eventos da área musical.

Dirigiu emissoras de rádio por 14 anos e fundou duas FMs, a Cidade Livre, de São José do Rio Pardo, e a Rádio Cidade, de Poços de Caldas.

Foi um dos criadores do FEMP, Festival de Música da Primavera, à época considerado um dos mais importantes do país, e tem em seu currículo a atuação como jurado em vários festivais de música.

Participou da Comissão Seletiva do festival Viola de Todos os Cantos, da EPTV, e integrou o corpo de jurados dos festivais de música popular de Muzambinho e Caconde, do próprio FEMP duas vezes e já atuou em cinco edições anteriores deste Festival da Canção de Andradas.

Mora atualmente em Poços de Caldas.